22 abril 2012

Mais um dia de BTT, lá se juntaram 4 Trincas (Eu, João Pires, João Tremoceiro e Hugo) ás 9h00, na Povoa da Galega para mais uma volta domingueira. O tempo estava e esteve sempre durante toda a manhã muito nublado e ameaçava começar a chover a qualquer momento, e eu só queria andar na estrada pois fiquei com um pequeno trauma do Domingo passado, por causa da muita lama que apanhei. Para tirar as duvidas lá entramos na terra para experimentar o terreno, e estava muito bom, tudo depende é do tipo de solos que se apanha. Fizemos uma volta mesmo á maneira, deixo algumas fotos que tirei. Hugo faz a tua reportagem. No próximo Domingo á mais. Abraço José Matos

4 comentários:

Brites disse...

Boas pessoal... Na próxima semana já me junto a voçês...
Hoje andei em Torres Novas e foram os primeiros 60kms depois da minha queda há 1 mês e meio atrás...
Ainda tenho algumas marca no cérebro, mas já consegui tirar as mãos do guiador por várias vezes...
Espero que o Pirez também recupere depressa. Aparentemente, não tarde muit at´que se junte a nós a Trek...
Grande Abraço.
Ass: Trinca-Tudo

Pirex disse...

Pois, tenho evitado pensar nisso, mas acho mesmo que as piores marcas são as que ficam na cabeça. um tipo começa a ficar cada vez com mais receio. E não é para menos, afinal o corpo é que paga e toda a família. A minha mulher foi quem saiu mais penalizada nesta brincadeira. Imaginem tudo o que normalmente divida com ela e que acabou por sobrar. Um grande beijo para ela :)
A vocês aproveitem bem a minha ausência, pois não tarda estou outra vez em cima da Burra.
Brites, hoje deram cabo de ti :)

Abraço
Pirex

Férias disse...

Pois também foi a minha primeira volta depois da minha queda de à 2 meses e que me deixou marcas no rosto para sempre. A primeiras descidas foram feitas um pouco a medo! Ficamos mais alertas com estas experiência mas com a mesma vontade de pedalar e conhecer!

Rápidas melhoras para todos!

Gadget, põe-te fino depressa.

Abraço

JT disse...

É pá, que comentários deprimentes, só desastres.

Boa volta para retoar a actividade e como sempre ainda descobri novos trilhos na Galega, aquilo não acaba.
Obrigado João