11 março 2012

Trincas na Serra d´Ossa - Estremoz, 10/03/2012

Dia de Verão em pleno Inverno Alentejano. Os campos que deveriam estar floridos estavam mais secos que o normal, o piso duro, mas a vontade de pedalar era muita e a paisagem mágnifica. Trinca-Pedras e BTT Almonda lá foram conquistar as terras entre Estremoz e Evoramonte.

Se não fosse a estrela da companhia ter inventado um novo malabarismo, que implicou andar com o nariz e a boca pelo chão, a coisa teria corrido muito bem. O tipo ainda nos pregou um susto – Onde está o telemóvel? Não me lembro de nada? Tenho de tomar um anti-inflamatório. Onde está o telemóvel? Não me lembro de nada? Tenho de tomar um anti-inflamatório. Onde está o telemóvel? Não me lembro de nada? Tenho de tomar um anti-inflamatório. Onde está o telemóvel? ….…

Pessoalmente experimentei um Camelo roda 29, duro que nem um carapau e a conclusão é que aquilo não é para mim. Para quem gosta de trilhos técnicos é como levar um TIR para a Baixa.
Aqui ficam os dados estatísticos. Deixo para outros a descrição mais pormenorizada e colorida da volta e do sempre imprescindível jantar, para fazer inveja aos que faltaram.

Grande abraço a todos, é sempre um prazer partilhar estas aventuras com todos.






3 comentários:

Pirex disse...

JT, vês como não custa nada :)
Olha onde vamos para a semana?
Grande volta, vou publicar as minhas fotos.
As melhoras para o Trinca Tudo, hum... Este nick hoje não me soa bem
Abraço
pirex

Leonel disse...

João,
A descrição não podia estar melhor. De fato, o membro malabarista supreendeu-nos no momento em que se repetia como um disco de vinil riscado, mas depois, também supreendeu com uma atitude de coragem e energia supreendente. De resto, apesar das mimhas cãibras e das pernas algo destreinadas para subir durante aproximadamente 3:24h, só tenho que exaltar a excelente aventura de uma travessia alentejana e o companheirismo. Hoje, estou no descanso merecido (passei no estágio!) e a limpar o pó alentejano acumulado no equipamento.
PS: hoje disseram-me: "mas no Alentejo há montanhas?" - ui, só me deu vontade de rir... pensei (ainda não conheceste o JT!)... ;)
Abraço
Leonel

Brites disse...

João,
Acho que levei demasiado à letra o nome do Grupo.
Literalmente andei a comer pedras... Fiquei com os lábios todos rebentados por dentro... Para não falar da cara.
Mas está quase bom. Obrigado pela ajuda. Já vi as fotos. Quer o Rui quer tu estavam com ar de preocupados... :-)
Mas não é uma simples queda que me deita abaixo. Como viram, mesmo todo rebentado ainda fiz mais 60km. E que duros foram aqueles 60km. Mas valerama pena. A volta foi mesmo espetacular.
Um abraço e obrigado pela ajuda.
Ass: Trinca-Tudo (Luis Brites)