06 maio 2008

Monte Mor-O-Novo

Gostaria de começar esta crónica, por dizer que o pessoal que ficou em casa fez muito bem... A olhar para os números do João, só gente doida é que sai da cama às 06h00m de um Domingo para pedalar 97kms em pleno Alentejo e fazer 1600 metros de acumulado debaixo de um calor já considerável...

Só me voltam a apanhar numa destas… assim que a próxima voltinha seja combinada... LOL! Entretanto, para treinar, vou no próximo domingo a Idanha fazer os tais 100kms...

Mas indo ao que interessa e aquilo que voçês querem saber e ver, é onde andam as fotos do evento... Aqui ficam as ditas cujas... Como não estou com muito tempo, os comentários ficam para depois...

A primeira foto do evento, ainda nos primeiros kms, numa descida à saida de Montemor e após o João se ter enganado por duas vezes...

Paulo, podes ficar descansado porque a tua função foi bem desempenhada pelo Boss. Ainda não tinhamos saido do asfalto e já o Boss tinha feito o Veiga andar para cima e para baixo à procura do caminho certo...

Montemor a ficar para trás...


O grupo a andar em bom ritmo...


O Portas...


O vermelho...


O herói do dia... Grande Veiga...


Nuno...


Alex...


João... Mais conhecido por Trinca-Furo...


Férias...


E o Pirex...


Antiga estação de comboios de Paião...


Portas...


Aqui começavam as paisagens deslumbrantes da planicie Alentejana...









Foto de um monte à entrada da aldeia em que o João teve de pedir ajuda a umas idosas que lhe indicassem o caminho. Claro que uma das senhoras ainda sugeriu ao João: “Atão voçê devia ter trazido um papel com o caminho escrito”. Também concordo… Estas modernices do GPS só dão problemas, não é João?


Não fosse as indicações da senhora e não teriamos chegado aqui…

… onde aproveitamos para fazer o primeiro abastecimento… (para alguns já era o terceiro, não é Brites???)

Na dúvida… Montemor é prá direita…


Vejam bem a quantidade e variedade de animais a partilharem o mesmo espaço… (cães, patos, galinhas, pombos e ovelhas…).


Escusado será dizer que o Boss obrigou o Veiga a fazer esta subida e… quando chegou lá acima, disse que afinal se tinha esquecido de virar à direita lá atrás…


A Ferrenha… (Paulo, podes fazer a tua dissertação sobre fontes de água ferrosa???)


Caça-Vacas…


Paulo, está é dedicada a ti… Já viste a quantidade de fetos e outra vegetação debaixo do chaparro?


Paragem cultural (E o Alex a pensar… Mas viemos para pedalar ou para parar?!?!)


Mais uma ficha… Mais uma voltinha…


Ó Tiago… Bicla nova… E desmontas na subida?


Sem palavras…


Segundo abastecimento…


Minas de Ouro do Escoural…





O Veiga…


Paisagem alentejana…




Vejam bem o tamanho deste sobreiro…


Nossa Srª da Boa Fé…


A caminho dos Cromeleques dos Almendres…



Aqui a malta já acusava o cansaço…

Os tão almejados Cromeleques…





À chegada a Guadalupe, o Boss tinha reservado a melhor surpresa da volta… Bifanas prá malta…


O café da aldeia…


Um bom chefe de familia…


Marco Geodésico é sinal que vamos descer, certo?


Antes de chegar à Estrada Montemor->Évora, a entrada da Quinta do Conchão…


A dita estrada… Escusado será dizer que estavamos à procura do caminho correcto… (Por mim tinhamos seguido por estrada até Montemor, mas ninguém me deu ouvidos…)


E ainda bem…








Mais Cromeleques…


E aqui um dos episódios mais engraçados do passeio… Atravessar a herdade no meio daquele gado todo…





Esta foi tirada em andamento, com os bichos a dois metros de mim…


Presunto Pata Negra…


Mais Presuntos a pastarem na planicie Alentejana…


Adivinhem quem furou…

Durante esta paragem e enquanto o Pirex dava apoio logistico ao irmão para substituição da câmara-de-ar, apareceu um Porco que levou a bicla do Pirex…

Barragem dos Minutos e 4º abastecimento…



Mais paisagem…






E a placa mais aguardada do dia…


Gostava de deixar uma última palavra de encorajamento ao Veiga. Apesa de ter sofrido um bocado, deu para ver que o homem tem fibra. Afinal fazer 50kms de BTT com 1000 metros de acumulado em cima daquela bicicleta não é para todos...
Neste momento o Veiga deve estar a sentir-se como o pessoal dos Trincas se sentia quando ia andar comigo no inicio destas maluqueiras. Agora sou quq eu fico desesperado com o nível de andamento do pessoal.
Provavelmente, o primeiro passo seria investir numa bicla melhorzinha...

Quanto à voltinha, foi ESPETACULAR. No entanto tenho alguma criticas a fazer à organização deste passeio: Não ter realizado um reconhecimento do percurso no dia anterior (rsrsrsrs). Assim tinhas feito 200kms num fds João, LOL!!! E principalmente não termos uma recepção em casa dos teus pais, com os petiscos preparados pela tua mãe, LOL!!!

Ainda tentei compensar com um frango na púcara, mas nem de perto se compara com a recepção preparada pelos teus pais... LOL!!!

Um abraço e até à Praia das Maçãs...

Trinca-Tudo (Brites)

4 comentários:

JT disse...

Grande fotoreportagem, tá lá tudo.
Não sei do que gosto mais, se é da volta se é depois apreciar a coisa...

Pirex disse...

Concordo contigo João. È muito divertido ver o resultado e as perspectivas que cada tira da coisa. E no final é muito ouvir os colegas de trabalho a dizer que de facto passamos por lugares que eles só vêem da Auto-estrada.
Grande post.

PLnauta disse...

qunado é que lá voltamos ;(

Jose Francisco Marques Pires (Bisnagamen) disse...

Ola pessoal, tive a ver o vosso passeio e realmente e um espetaculo, e tem graça, porque a bem pouco tempo estive ai, nessa zona a sacar uns trilhos, para ir ai com a minha malta fazer um passeio, estou com algumas dificuldades em o fazer devido ao facto de haver muitas cercas e nao saber ao certo, se as posso passar ou nao se me poderem mandar alguns trilhos vossos ja feitos eu agradecia, ja agora, sou o Jose Pires, tenho um blog tambem de btt que se chama Clubebttpinhalnovo.blogspot.com e o meu E-mail e o bisnagamen@gmail.com ca fico a espera caso seija possivel, de me mandarem os trilhos e aqui fica desde ja o meu convite para nos fazerem uma visita e ficarem a conhecer aqui a nossa serra