09 outubro 2007

Rota do Vento - Descida do Picoto - Sertã - 7 Outubro 2007

Caros TrincaPedras,

Este meu Post tem dois objectivos, os quais passo a enunciar:
Descrever o evento BeTeTistico "Descida do Picoto 2007";
Armar-me em "Mete-Nojo" e fazer inveja aos Trinca-Pedras que não estiveram presentes.

Dados da Trincadela
Local: Sertã
Hora: Concentração às 8h30m e inicio no Picoto às 11h00m
Kms Percorridos: 36.89Kms
Desnível Acumulado: Muitos Kms (a descer)
Duração da Trincadela: 4 Horas

Descrição
Eram 5h45m quando soou o despertador. Pensei que me tinha enganado com a hora do despertador, porque me tinha deitado há um par de horas...
Tal como combinado, às 7h00m lá cheguei ao ponto de encontro - Quinta da Silvã (que para quem não sabe é onde fica a casa do João Gonçalves, que para quem não sabe é o Cão-Guia oficial do grupo de Torres Novas) e partimos em direcção à Sertã.
Depois de curvas e contra-curvas, subidas e descidas com 7% e 8% de inclinação, chegamos à Sertã às 8h em ponto (só de pensar que houve quem tivesse marcado a partida de Torres Novas para as 06h15m... G'andas malukos).
Após o cafézinho da praxe num café à Beira-Rio, e depois do Tó Prata ter cumprido com a sua obrigação de organizador da logistica do grupo e ter ido levantar os dorsais, lá começamos a preparar o equipamento e a instalar comodamente as máquinas nas 3 carrinhas que nos levariam ao topo da descida do Picoto.

Nesta foto, poderão observar Paulo Pereira (mais conhecido como substituto do Kedas oficial do grupo), ladeado pelo José Luis e pelo Narciso, que o ajudaram a manter-se em pé para a fotografia (é que o homem tem dado tantas quedas que já tem uma certa dificuldade em manter-se de pé).






Observem a pose erecta que mantém(tipo embalsamado), para disfarçar a dificuldade em manter-se de pé. Não se vê na foto, mas tivemos de colocar um cavalete por trás e um esticador no Jersey, para ele se aguentar.



Aqui o engenheiro a dizer: "Epá, deixa lá que eu é que sei arrumar as bicicletas na minha carrinha!"



O João Gonçalves a dizer: "Tá bem pá! Leva lá a bicicleta!"



Não sei como, mas o Narciso lá deve ter conseguido encontrar alguma loja aberta a um Domingo às 8h da matina. Para andar de saco de compras na mão, só pode...







O Tó Prata com um ar preocupado... Ena c'um catano, se calhar devia ter protegido a minha Maverick com esponja. Estes gajos vão dar cabo da "minha menina"!



Um grande plano das binas, já acomodadas dentro da carrinha do Engenheiro. Aquela com o dorsal #150 é um espetáculo, não é?



A organização do Descida do Picoto está de parabéns. Tudo pensado ao pormenor. As bicicletas eram colocadas nos camiões, mas acondicionadas com uma pelicula esponjosa para proteger os quadros. Cinco estrelas para esta organização.



Alguém conhece a marca "Bussaco"? Ouvi dizer que era uma marca francesa... Só para saberem, chegou inteira à Sertã...



Chegados ao local de partida (Picoto), começamos a preparar as máquinas...



Já dizia o ditado: "Quando mija um português..."



Um plano do Parque Eólico do Picoto... Verdadeiramente ESPETACULAR...



O grito da besta não podia faltar... O Moreira com o seu grito de guerra... (Pena a fotografia não captar som...)



As máquinas alinhadas lado-a-lado no marco geodésico...



Já eram quase 11h quando os autocarros com o BeTeTistas começaram a chegar...



A azáfama começava a tomar conta do Picoto...



Conheço este gajo de algum lado... A sertã fica lá ao fundo a 20kms de distância...



Não sei se conseguem ver bem nesta foto, mas é a primeira vez que vejo alguém fazer BTT com o velhinho dinamo na roda da frente. Pergunta: Será que após tanta pedra, conseguiu aguentar-se até à Sertã?



A hora de partida estava próxima...





E lá começou a descida do Picoto... De acordo com a organização, o primeiro km era muito perigoso, com muita pedra solta e deveria ser feito lentamente e com cuidados redobrados... Foi o que fiz... Tive muito cuidado... Já o Paulo Pereira não ouviu os conselhos da organização...







Ó Tó Prata, faz lá o sorriso #31 para a fotografia...



E lá fui eu a descer (muito devagarinho...). Foram 10kms seguidinhos sempre a descer (muito devagarinho...).

Só mais tarde percebi para que servia a ambulância que acompanhava a descida do Picoto. E o Paulo Pereira também...





Chegados ao primeiro abastecimento era tempo de afinar as máquinas e aconchegar o estômago. Mais uma vez, a organização esteve de parabéns ao distribuir Sandes (Presunto e Queijo), fruta e bebidas à discrição.

Nesta foto, poderão observar o Moreira em acção, a devorar uma fatia de presunto (sem pão, claro). Esta deve ter sido apenas a primeira das 20 que ele comeu...



A caminho de ir buscar mais uma...



Acho que vi este gajo lá em cima...



Paulo Pereira: "Tenho um dói-dói. Preciso que me façam um curativo!" Claro que a bombeira não resistiu aos lamentos do Paulo, e acorreu a fazer um remendo na perna do rapaz... Só não percebi porque é que os dois se estão a rir... Ó Paulo, a Sandra sabe quem é que te fez o remendo na perna?







Alguém sabe onde é que posso encontrar um "descanso" destes para a minha bicicleta???



Paisagem...







Aqui dá para ver a quantidade de pedra solta no caminho... O Tó Prata que diga como é que ficou a canela dele, depois de ter levado com uma pedrada do João Gonçalves...



O fantasma dos "furos" voltou a assombrar o Moreira... Também com pneus da Michelin, o que é que ele estava à espera... Não fosse o "Chave-do-Grupo" (Tó Prata) andar precavido com uns tacos para remendar o dito pneu e o Moreira tinha ficado logo por ali...





Depois de remendar o pneu, seguimos caminho...

Tó Prata:



Zé Luis:



Marchão (não era o último), faltava o Cão-Guia (João Gonçalves):



Mais paisagens...








Claro que o Moreira ainda iria furar novamente...



Passeio de BTT sem molhar o pézinho não fica completo.. Com o calor que estava até soube bem...





Mesmo a chegar à Sertã...



Eu convencido que já estava a terminar, quando vejo o João Gonçalves voltar para trás com um câmara-de-ar na mão para ajudar o Moreira, que entretanto tinha feito 1 ou 2kms a pé. Prontes... Lá tive de ir também ajudar o Moreira... O gajo ainda tentou que fosse eu a sujar as mãos, mas bem se lixou...

Pelo que ouvi dizer, isto já é uma estratégia utilizada por outros membros do grupo, que fingem não saber encaixar a roda nos encaixes, para que outros se ofereçam para o fazer... nem que seja à martelada...

Já na Sertã e depois de ter feito o último Single-Track da descida...



O Moreira e o João Gonçalves ao banho no rio...




Já no jardim a caminho da meta...




Depois de tomar o banhinho da praxe nos balneários do pavilhão municipal (com gel duche Hugo Broche, obrigado Tó), lá fomos ao almocinho... Para começar uma sopinha de peixe que estava um espetáculo e depois um prato de lombo de porco. Pelo que ouvi dizer, a carne estava muito boa... É que mal me levantei, "alguém" que tinha acabado de comer 3 pratinhos de sopa e a carne dele, comeu também a que me estava destinada... enfim... Para o ano há mais...

Aqui fica a foto do "alguém"...



Conclusão
Uma grande descida (10kms)...
Uma boa organização...
Um grupo ESPETACULAR...
Um dia muito bem passado...

Para o ano... Lá estaremos...

4 comentários:

Pirex disse...

Homem, tu é que a levas direita. Grande post. Tenho que experimentar isso, talvez para o ano.

Abraço

Pirex

PLnauta disse...

Olha lá ´´o Luis. Aquilo era sempre a descer ???? como é que eu perdi uma descida de 10km ????

TB quero

Anónimo disse...

Isto é tudo mentira, ele inventou .... não existem descidas de 10Km. Ou será que ..... e eu não estive lá ?????!!!!
João

paulo pereira disse...

ai!!! ai!!! ai!!! ai!!! que dor.........