31 maio 2009

Foz do Lizandro, agora é que é.

Meus companheiros, hoje foi mais um grande dia para pedalar. Ontem e enquanto falava com o JT, pensava que íamos acabar cada um na sua volta e foi já perto da hora do jantar que chegamos a um consenso e resolvemos avançar para a Foz do Lizandro.
Assim foi. Quase á hora combinada apareceram 8 Trinca Pedras. Bem bom. Valeu a pena a seca que levamos. Enfim. 
Saímos pelas hortas num vale bastante fechado e este era a nossa maior preocupação pois normalmente há aqui lama… muita lama e que o digam os Trincas que lá estiveram na ultima vez 
Lá fomos andando de forma descontraída e aos poucos a desmontar para atravessar o pantanal.
Dai para a frente foi sempre sem sombra e debaixo de sol castigador. Fomos nos aproximando das arribas e a visão do mar fazia-me questionar. Onde para o Férias??? 
Praia, pois. Seguindo junto á costa e desfrutando da magnifica vista chegamos a uma descida bem louca para a praia de São Julião. O Tuga ouviu o pessoal a na praia a dizer “ olhem os bacanos a descer aquilo…” Podem crer foi bem divertido.
Seguimos num carreiro entre a vegetação rasteira até á estrada que nos levou ao ponto de início.
O registo de 38kms corresponde a meia maratona e deve compensar o Brites por ter mudado a sua volta. Tivemos também e companhia do Ilustre Pedro e espero que volte a pedalar connosco.
JT, publica o percurso e a estatística do mesmo, pls 

Agora a fotos.





























































Abraço
Pirex

23 maio 2009

A pedalar em São Francisco

Tinha previsto fazer relatos durante a minha estadia em São Francisco. No entanto a agitação não me permitiu ter a disponibilidade desejada. Faço agora o meu relato. Não é por acaso que esta cidade é considerada como uma das mais ciclaveis do mundo. Respira-se ciclismo por todo o lado. Não tive a oportunidade de ver BTT apesar de ver muitas bikes. Vi sim muitas bikes de estrada. Para terem uma ideia as bikes podem ser transportadas por todos os transportes públicos. Por exemplo os autocarros têm um suporte na dianteira para as levar. Assim alugar uma bicicleta é extremamente fácil. Andei com uma trek x6 de trecking com rodas de 700 para estrada e adorei a experiencia. Foram 3 dias a rolar pelas ruas desta cidade que me permitiram chegar a todo o lado de forma mais confortável. Digo isto por sou daqueles que gosta de colocar a mochila ás costas e sair a pé á procura dos spots turísticos como vistas, monumentos, museus, parques e outros motivos de interesse. O registo do meu gps marcou 180 kms feitos nesse período sendo que a maior fatia foi no segundo dia em que atravessei a Golden Gate de bicicleta passando por Sausalito e com destino a Milk Valley. Foram 120kms em 6 horas. Como não tirei muitas fotos a mim próprio ficam só algumas e deixo-vos o link para verem o que vi em São Francisco durante estes dias.
video
O link para todas as fotos:

www.picasaweb.google.pt/cpirex/SaoFrancisco2009?authkey=Gv1sRgCPjL7tGn94-tUA#

Abraço
Pirex

06 maio 2009

Equipamentos

Boas,

Seguindo as sugestões de alguns Trincas, cheguei a uma versão mais de acordo com as cores do Logotipo e que parece reflectir o verdadeiro espirito Trinca-Pedras.

Nesse sentido, gostaria que comentassem o seguinte esquema de cores para o nosso equipamento.

Opção 1:


Opção 2:


Votem por favor na enquete aqui ao lado...

Se alguém se quiser oferecer para "pintar" os equipamentos com outras cores, todas as as sugestões são bemvidas.

O que não faltam são artistas no Grupo... João... André... etc.

Abraço,

Ass: Trinca-Tudo

04 maio 2009

Dia da mãe na Galega

Pois é ontem não houve voluntários para vir á Galega. Também se calhar foi melhor assim, por nós decidimos atacar as subidas. Sem entrar em grandes detalhes deixo um grafico onde podem ver a altimetria feita em 32kms.



è assim que vamos atacar a Lousã

Abraço

Pirex

01 maio 2009

Dia do trabalhador a pedalar

Que dia. Há muito que ansiávamos por sentir este tempo. Na Galega, os cheiros estavam ao rubro e as cores da primavera mais vivas do que nunca. Um dia destes os Trinca Pedras especialistas em matérias do ambiente têm que fazer um pequeno texto sobre as espécies que vemos e muitos de nós não sabem identificar e que reparamos nos documentários televisivos sobre natureza.
Vamos ao que interessa.
Hoje a Galega teve a visita de ilustres Trinca Pedras. Um dos quais eu ainda não tinha o prazer de conhecer. Nuno Luz, o famoso Trinca Light. Com ele vieram o Nuno Ventinhas e o André. E veio também o Trinca Cop. Lembram-se do Robocop??? Ai esta.
Na dúvida sobre o estado dos caminhos, pois a ultima vez que aqui andamos a lama era mais do que muita, resolvemos revisitar trilhos a caminho do Sobral. Fizemos um pouco de tudo. A pequena descida dos moinhos do Milharado. A Subida até a serra. A descida até Arranho e o caminho de pedra e pequenos single-tracks.
Terminamos esta volta com 30km e a horas decentes de aproveitar o resto do dia com a família.













Abraço a todos.

Pirex